“Maia vai cair” e “Derrete MBL”: robôs brasileiros ultrapassam os dos EUA pela 1ª vez, mostra ONG

O Brasil estabeleceu um novo recorde na última segunda-feira (27) na propagação de hashtags e mensagens em massa por meio de robôs nas redes sociais na internet. Pela primeira vez, hashtags criadas de fora dos EUA chegaram ao topo da lista de mensagens enviadas por robôs no Twitter em um só dia. As mensagens que alcançaram a façanha foram “#MaiaTemQueCair” (esta em primeiro lugar), “MaiaVaiCair” e “Derrete MBL”. As três hashtags são conhecidas bandeiras e campanhas atuais de apoiadores e membros do governo Jair Bolsonaro (sem partido)

A informação é  da ONG norte-americana Bot Sentinel (ou “Caça-robôs”, em tradução livre), que monitora “atividades não-autênticas” no Twitter e outras redes da internet. De acordo com Christopher Bouzy, engenheiro da computação e fundador da Bot Sentinel, a última segunda-feira foi mais do que atípica no trabalho para ele e seus colaboradores. Ele afirma que está implementando um novo algoritmo de rastreamento para monitorar hashtags e frases twittadas por contas não autênticas. “(Na última segunda-feira), foi detectada uma atividade significativa com hashtags e frases relacionadas ao Brasil. É a primeira vez que uma hashtag fora dos EUA chega ao topo da lista”, afirmou.

O que espantou o engenheiro Bouzy e todos na Bot Sentinel foi a lista abaixo, gerada pelo seu sistema de contagem mundial de robôs:

Como se pode ver, no último dia 27 de abril, a hashtag que mais foi retuitada por robôs e contas não autênticas no mundo foi #MaiaTemQueCair. Em segundo lugar, vem #Trump2020, seguida por #MaiaVaiCair. 

O engenheiro e fundador da Bot Sentinel ficou surpreso com o resultado. Ele sequer tinha ideia de quem é Rodrigo Maia ou do significado da hashtag #MaiaTemQueCair, conforme se pode ver pelas postagens abaixo. Nelas, o engenheiro norte-americano se espanta com a quantidade de pessoas do Brasil que passaram a se interessar pelas informações divulgadas por ele, sem perceber que sua ONG acabara de abordar assunto relacionado ao núcleo do poder político brasileiro.

Ataque ao MBL também foi detectado

Já nas primeiras horas desta terça-feira no Brasil, foi a vez da hashtag #DerreteMBL, também vinda do Brasil, ocupar a lista das mais replicadas por robôs na rede mundial de computadores, conforme mostra a imagem abaixo.

Da lista das 10 hashtags mais replicadas por robôs segundo a Bot Sentinel, apenas uma não é norte-americana.

Segundo afirma Bouzy, sua ONG não tem posicionamento político e ele não conhecia o nome de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados. Ele explica como funciona o monitoramento que pratica: “Adotamos uma abordagem diferente ao treinar nosso modelo de aprendizado de máquina. Em vez de criar um modelo com base em nossa interpretação de um troll ou bot, usamos as regras do Twitter como guia ao selecionar contas para treinar nosso modelo. Pesquisamos contas que violavam repetidamente as regras e treinamos nosso modelo para identificar contas semelhantes às que identificamos, que chamamos de ‘trollbots’. Ideologia, afiliação política, crenças religiosas, localização geográfica ou frequência de tweets não são fatores ao determinar a classificação de uma conta no Twitter.”

Aos entendedores dos (nem tão) novos termos da internet, Bouzy detalha: “Usamos o termo trollbot por causa de seu comportamento semelhante ao troll com a natureza repetitiva do tipo trolling. Classificamos as contas com base em uma pontuação de 0% a 100%, quanto maior a pontuação, maior a probabilidade de a conta ser um trollbot. Analisamos várias centenas de tweets por conta e, quanto mais alguém se envolver em comportamentos semelhantes aos trolls, maior será sua classificação de trollbot. Acreditamos que, como as contas trollbot provavelmente violam as regras do Twitter, a maioria dos usuários do Twitter gostaria de denunciar e evitar essas contas, porque elas oferecem pouco valor ao público significativo.”

Parabéns aos envolvidos!

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!