Mão Santa, prefeito picareta que decretou fim de quarentena, disse que água “mata” o coronavírus

Mão Santa com Bolsonaro

Um dos políticos mais aberrantes do Brasil voltou do esgoto com a enxurrada bolsonarista.

O prefeito de Parnaíba (PI), Mão Santa, assinou decreto nesta quinta-feira (26) autorizando o funcionamento das atividades econômicas no município — ou seja, atropelando a quarentena.

Segundo o documento, é preciso apenas evitar a “aglomeração de pessoas”. O sujeito segue a orientação dada por Bolsonaro, em pronunciamento em cadeia nacional na terça-feira.

Um vídeo de Mão Santa com recomendações médicas circulou nas redes nesta semana.

“Quando você bebe a água, ela empurra o germe, que está na garganta e no nariz, ele vai para o estômago. Aí o ácido clorídrico mata, esteriliza ele. É muito mais importante beber de meia em meia hora. Aí o germe se lasca”, disse ele.

Mão Santa, que é proctologista (entendeu o apelido?) governou o Piauí entre 1995 e 2001 e teve um mandato de senador (2003-2011).

Na segunda vilegiatura de governador, foi cassado por abuso de poder econômico na campanha de reeleição, em 1998.

Ajudou a organizar a manifestação a favor de Bolsonaro no dia 15 de março e depois foi recebido pelo chefe no Planalto.

É a “nova política” embarcando agora na necrofilia.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!