Marília Arraes sai na frente quando a disputa é engajamento digital na eleição do Recife. Por Jamildo Melo

Marília Arraes

Publicado originalmente no Blog do autor:

Por Jamildo Melo

Tração é um algoritmo da BITES que mede a capacidade de um agente digital gerar dentro do seu universo de seguidores ou em um conjunto de outros agentes movimentos de engajamento com os conteúdos.

Esse movimento é traduzido na combinação ponderada de likes, shares, comentários e retuítes. Significa que quanto mais chamar atenção para seus posts dos seus aliados, maior será a tração de um agente.

Nesse contexto, nos últimos sete dias, Marília Arraes ficou com 37,6% da tração dos candidatos a prefeito do Recife, João Campos com 27,5% e em terceiro, essa é o fato novo, Patrícia Domingos com 17,6%. Os três monopolizam a atenção dos internautas do Recife nos últimos sete dias.

Mendonça Filho tem 10,6% da tração. Significa que ele precisa amplificar mais a mensagem dele junto à opinião pública digital

Dado importante: Mendonça tem 337 mil seguidores, Marília 244, Campos outros 238 mil.

Patricia já é quarta com 46 mil. Com menos seguidores que os outros três, ela tem chamado uma boa atenção no universo digital.

“Ela pode surpreender e se fizer certo pode se transformar na terceira força da eleição, quebrando a polarização entre PT e PSB”, explica Manoel Fernandes, diretor da empresa Bites, de mídias digitais.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!