Vai haver segundo turno?

Vai ou não vai?
Vai ou não vai?

A pergunta que brota das pesquisas mais recentes é: Marina vai passar para o segundo turno?

Vistas as coisas em retrospectiva, Marina floresceu antes do tempo. E pode murchar exatamente às vésperas das eleições.

Na pesquisa CNT/MDA divulgada hoje, ela apareceu com 27,4%. Não seria um número em si ruim, não fosse a circunstância de que na mesma pesquisa anterior, no início de setembro, ela tinha 33,5%.

Caso ela continue a cair no mesmo ritmo, chegará às urnas na casa dos 20%. É um patamar de alto risco para suas pretensão de fazer do segundo turno uma coisa “diferente”, pelo tempo de propaganda de que disporia – o mesmo de Dilma.

A aflição dos adeptos de Marina não significa que os tucanos estejam dando pulos de alegria.

Aécio depende de um milagre para ir ao segundo turno. Uma virada sem precedentes, na análise do diretor do Datafolha.

Os votos por ora perdidos de Marina, conforma sugere a nova pesquisa, estão indo não para Aécio — mas para o bloco dos nulos e indecisos.

Aécio, neste momento, tem uma torcida inédita: a dos petistas. O PT sabe que é muito mais fácil batê-lo no segundo turno que Marina.

Os petistas mais entusiasmados voltaram a sonhar com uma vitória no primeiro turno.

Não é provável, mas é possível.

Caso Marina continue a descer e Aécio fique parado, Dilma pode vencer já no dia 5 de outubro.

O pior parece ter passado para ela.

O caso Petrobras não a atingiu. A Marinamania passou.

E ela própria se firmou nos debates e, mais ainda, nas sabatinas com (ou contra) jornalistas.

Neste instante, o vento sopra forte a favor de Dilma. Isso pode resultar num segundo mandato ainda no primeiro turno.

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!