Menina se nega a cumprimentar Bolsonaro no Planalto, flashback de 40 anos atrás com o general Figueiredo

A menina mais inteligente do Palácio do Planalto não cumprimenta Bolsonaro (FOTO: Foto: Alan Santos/PR)

A cena ocorreu na quarta-feira, dia 17.

Uma menina se recusou a cumprimentar Jair Bolsonaro durante uma cerimônia de Páscoa no Palácio do Planalto, relata o Estadão.

Bolsonaro mesmo divulgou um vídeo no Twitter do momento em que cumprimenta crianças da Escola Classe 1 da Estrutural, região da periferia de Brasília, e uma delas se nega a estender-lhe a mão.

Ele pega alguns alunos no colo, faz sua média, e quando chega para dar-lhe a mão ela cruza os braços e balança a cabeça em sinal de negativo (veja no segundo 26 abaixo).

Em 1979, Rachel Coelho Menezes de Souza também deixou o general João Figueiredo no vácuo.

Ela tinha 5 anos e seu pai iria almoçar com Figueiredo no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte.

O clique de Guinaldo Nicolaevsky, que nunca chegou a conhecer seu personagem, ficou como um símbolo dos estertores da ditadura.

Figueiredo e Rachel em 1979 na foto de Guinaldo Nicolaevsky

ATUALIZAÇÃO

De acordo com vídeos postados pela equipe de Bolsonaro, a menina estava reagindo a uma pergunta de Bolsonaro referente ao time para o qual ela torcia 

Ele pergunta à criança se “é Palmeiras” e ela nega. 

De qualquer maneira, a recusa permanece. 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!