Miliciano festeiro x presidente: Bolsonaro cuida de si; Fernández, da Argentina. Por Joaquim de Carvalho

Duas imagens divulgadas neste sábado de quarentena mostram a diferença entre Jair Bolsonaro e Alberto Fernández.

O presidente brasileiro aparece no vídeo postado pela mulher, Michelle, numa festinha de aniversário.

Já Fernández está num helicóptero sobrevoando Buenos Aires, para assegurar que a quarentena esteja sendo cumprida. Na capital argentina, se alguém for pego andando sem motivo pelas ruas, pode ser preso.

Aqui, na véspera da quarentena decretada por governadores em vários estados, Bolsonaro deu entrevista para defender que cultos e missas continuem sendo realizados e também lamentou que não esteja havendo jogos de futebol — com “5 mil torcedores” em estádio.

Bolsonaro parece viver uma realidade paralela.

Já Fernández é a imagem de um presidente fazendo o seu trabalho.

Bolsonaro tem o direito de comemorar o aniversário, é óbvio, mas divulgar foto com netas é um mau exemplo.

Autoridades sanitárias do mundo todo recomendam que, neste período de intensa transmissão do Covid-19, netos não sejam levados para ver os avós, já que o contato físico entre eles é quase inevitável.

Na imagem postada por Michelle, Bolsonaro aparece em contato próximo com a filha e duas netas.

Passa a mensagem perigosa de que levar netos para se encontrar avós nesta fase aguda está liberado.

São comportamentos que refletem que um é presidente, o outro é um despreparado.

Um inepto, um irresponsável, que ainda encontra tempo para brigar com a China e com os governadores, e vomitar a ignorância no programa de TV de um amigo.

O Brasil precisa se livrar do pior presidente da história.

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!