Moradora de prédio em Porto Alegre é intimada por síndica e vizinho a retirar faixa contra Bolsonaro

A faixa contra Bolsonaro em prédio de Porto Alegre

Eis o relato da nossa leitora Almeri Espíndola de Souza, moradora da Cidade Baixa, em Porto Alegre:

Hoje fui intimada pela síndica do meu prédio a retirar uma faixa que coloquei na sacada do meu apartamento dizendo: “Anula eleições 2018 – Fora Bolsonaro”.

O espaço é de meu uso restrito, não tem nada na convenção de condôminos ou no regimento interno que lhe dê esse direito. Mas um condômino exigiu que a síndica tomasse providências.

Claro que vou resistir, mas a ditadura está posta. Moro há 34 anos neste edifício. Sempre coloquei faixas na minha sacada. Agora, a coisa tomou outro rumo.

Nunca foi proibido se colocar faixas políticas de quaisquer partidos.

A convenção de condôminos, feita por mim numa das minhas primeiras gestões como síndica, diz apenas que não se pode pôr tapetes, roupas, varais, nem fazer mudanças de cor ou fazer mudança permanente nas aberturas ou na fachada.

Pedi parecer jurídico da administradora de imóveis, que num primeiro momento me disse que é proibido. Estou aguardando, mas com dor de cabeça e pressão alta.

Estou estou muito irritada com um absurdo desses. Parece que nestas eleições este vai ser o tom da campanha.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!