Moro e os procuradores podem ter formado organização criminosa. Por Fernando Hideo

Sergio Moro

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO FACEBOOK DO AUTOR.

As mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil revelam a aliança espúria entre o então juiz Sérgio Moro e procuradores que elegeram inimigos a ser combatidos por um processo penal fraudulento.

A nota recém divulgada pelo MPF indica a veracidade das mensagens e revela condescendência com práticas em tese criminosas, limitando-se a declarar que “lamenta profundamente pelo desconforto daqueles que eventualmente tenham se sentido atingidos”.

Os fatos divulgados são gravíssimos e podem levar a uma inversão de papéis na narrativa lavajatista.

É no mínimo curioso notar que a primeira reação daqueles que manipularam vazamentos seletivos para impor sua perseguição política seja questionar a legalidade na divulgação dessas mensagens.

É preciso deixar claro que os procuradores e juízes envolvidos nessa possível organização criminosa não são vítimas de nada, são exatamente o oposto disso.

Há ainda muito mais a ser divulgado sobre os cinco anos de fraude lavajatista.

De toda forma, já é possível dizer que eventual ilicitude das provas para incriminar juízes e procuradores não afeta a possibilidade de utilização desse material para beneficiar todos os réus condenados injustamente por esse processo penal de exceção.

.x.x.x.

Fernando Hideo I. Lacerda é advogado e professor da PUC-SP.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!