Moro no Pânico dá o recado que Bolsonaro esperava: “Não tenho essa perspectiva de concorrer a eleições”

Moro no Pânico

Sergio Moro deu um recado no Pânico da Jovem Pan que, certamente, vai tranquilizar Jair Bolsonaro.

“Eu não tenho essa perspectiva de ir para a política partidária ou de concorrer a eleições. Não está no meu perfil”, disse.

A ira de Bolsonaro, segundo notícias de bastidores, começou quando Moro, no programa Roda Viva, não afastou, enfaticamente, a ideia de que poderá ser candidato em 2022.

Desta vez, graças à pergunta do bolsonarista Augusto Nunes, ele pôde dar a resposta que Bolsonaro talvez esperasse.

É jogo de cena, mas diminui a tensão.

Lá na frente, Moro poderá dizer que, atendendo ao clamor das massas (na verdade, extrema direita), aceita ser candidato.

Outro recado que ele deu na entrevista: no que depender dele, não sairá do governo.

Estrategicamente, faz todo sentido. Moro fora do governo fica sem palanque.

Ou seja, para ele, vale a pena suportar a humilhação, já que demonstrou que lhe faltam vértebras na coluna.

Até agora, o programa se assemelha mais a um jogo de vôlei: os entrevistadores levantam a bola, e Moro corta.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!