Moro quer subverter cláusula pétrea da Constituição para ter seu troféu de volta: Lula. Por Kiko Nogueira

O ministro Sergio Moro se juntou ao coro dos que querem “mudar a Constituição” para — sejamos claros — prender Lula novamente.

“Lutar pela Justiça e pela segurança pública não é tarefa fácil”, postou no Twitter.

“A decisão do STF deve ser respeitada, mas pode ser alterada, como o próprio Min. Toffoli reconheceu.”

Moro entra na briga pela votação de uma PEC que muda o Inciso LVII do Artigo 5º da Constituição, aquele que reza que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.

É cláusula pétrea.

Vale alterar para acrescentar direitos, jamais suprimir. O próprio Jair escreveu isso em 20 de outubro.

Maus perdedores não têm limite.

Na manhã do sábado, Gilmar Mendes deu seu recado:

“A presunção de inocência não pode ser esvaziada pela legislação. Reformas para dinamizar o processo são oportunas, como a diminuição dos recursos, o adensamento das hipóteses de prisão preventiva e a regulamentação da prescrição. As mudanças devem efetivar a CF; não subvertê-la.”

É isso.

O resto é choro de perdedor e de subversivo de pretinho básico.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!