“Mula” de Bolsonaro no caso das joias, Bento Albuquerque ganhou R$ 1 milhão de salário no auge da pandemia

Atualizado em 7 de março de 2023 às 9:18
Bento Albuquerque e o presente dado pelos sauditas; objeto foi quebrado ao entrar escondido no Brasil

O ex-ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque, usado por Bolsonaro como mula no escândalo das joias da Arábia Saudita, teve R$ 1 milhão em ganhos brutos em dois meses — maio e junho de 2020, auge da pandemia de COVID-19.

Almirante de esquadra reformado da Marinha, Albuquerque chegou ao ministério de Minas e Energia em janeiro de 2019 e ficou no comando da pasta até maio de 2022, quando foi substituído por Adolfo Sachsida.

Sua agenda de viagens internacionais estava sendo monitorada por auditores da alfândega devido ao alto número de compromissos, relata o Estadão.

Antes de voltar ao Brasil no dia 26 de outubro de 2021 e tentar contrabandear as joias dadas a Bolsonaro pelo regime saudita, Bento Albuquerque teve compromissos com o príncipe Abdulaziz bin Salman Bin Abdulaziz Al-Saud, ministro de Energia da Arábia Saudita, e o príncipe Mohammed bin Salman.

Foi nesse passeio que lhe entregaram os presentes.

Levantamento no Portal da Transparência do Governo Federal identificou o pagamento de supersalários a um grupo das Forças Armada.

No bolso de Albuquerque entrou o seguinte:

  • Remuneração básica bruta: R$ 709.041,47
  • Férias: R$ 59.631,63 
  • Verbas indenizatórias registradas em sistemas de pessoal militar: R$ 268.342,32

    Total bruto: R$ 1.037.015,42

Na Marinha, Albuquerque comandou o programa nuclear nos governos do PT e acumulou cargos em conselhos de estatais como Amazônia Azul Tecnologias de Defesa (Amazul), Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A. (Nuclep), Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e Itaipu Binacional.

Bento Albuquerque e o então chefe Jair Bolsonaro

Em seu perfil no Linkedin, ele se jacta de, supostamente, ter aplicado em sua passagem no ministério “algumas habilidades interpessoais, como disciplina, resiliência, comprometimento com resultados, resolução de conflitos, estratégias de comunicação, empatia no ambiente de trabalho e inteligência interpessoal, dentre outras”.

“Em razão desse trabalho integrado, nos últimos três anos, o País atraiu mais de R$ 670 bi em investimentos e há a estimativa de receber investimentos, nos próximos 10 anos, da ordem de R$ 3 tri, nos Setores de Minas e Energia”, diz.

“Nesse contexto, cumpre ressaltar a realização de leilões, mesmo com 2 anos de pandemia, sendo 20 de geração e transmissão de energia; 8 de petróleo e gás (sendo 2 deles os maiores já realizados no mundo); e 5 de mineração. Ainda vale mencionar a expansão das geração e transmissão de energia, produção de Petróleo & Gás e arrecadação Financeira pela Exploração Mineral e a superação da maior seca da história do País, em 2021, sem racionamento e apagão”.

Outros militares do governo viram sua folha de pagamentos inchar como o coração de um babuíno obeso naquele ano. Poucos ganharam uma missão tão brilhante quanto Bento Albuquerque.