“Não deve ser normalizado o ódio travestido de discurso religioso”, diz pastor sobre Ana Paula Valadão

Publicado originalmente no perfil do autor 

Por Hermes C. Fernandes

200 anos atrás: Não é normal que negros sejam tratados como seres humanos. Normal é que trabalhem até morrer e sejam submetidos a todo tipo de violência e humilhação.

100 anos atrás: Não é normal que mulheres exerçam cidadania, votem e trabalhem. Normal é que vivam exclusivamente em função da maternidade e sejam absolutamente submissas a seus maridos.

50 anos atrás: Não é normal que haja casamentos interraciais. Normal é que negros vivam segregados e casarem somente com indivíduos de sua etnia.

2020: Não é normal que haja amor entre pessoas do mesmo sexo. Normal é que homossexuais sigam sendo excluídos, tratados como abominação.

O mesmo espírito de preconceito agindo ao longo de gerações para tornar a vida um fardo insuportável. Tal espírito é oposto à proposta do evangelho que desfaz as distinções étnicas, sociais e sexistas e de gênero.

O que não deve ser normalizado é o ódio travestido de discurso religioso.

 

 

200 anos atrás: Não é normal que negros sejam tratados como seres humanos. Normal é que trabalhem até morrer e sejam submetidos a todo tipo de violência e humilhação.

100 anos atrás: Não é normal que mulheres exerçam cidadania, votem e trabalhem. Normal é que vivam exclusivamente em função da maternidade e sejam absolutamente submissas a seus maridos.

50 anos atrás: Não é normal que haja casamentos interraciais. Normal é que negros vivam segregados e casarem somente com indivíduos de sua etnia.

2020: Não é normal que haja amor entre pessoas do mesmo sexo. Normal é que homossexuais sigam sendo excluídos, tratados como abominação.

O mesmo espírito de preconceito agindo ao longo de gerações para tornar a vida um fardo insuportável. Tal espírito é oposto à proposta do evangelho que desfaz as distinções étnicas, sociais e sexistas e de gênero.

O que não deve ser normalizado é o ódio travestido de discurso religioso.

Publicado por Hermes C. Fernandes em Sábado, 12 de setembro de 2020

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!