“Não sou feminista, nem machista, sou ser humano”, diz Carolina Dieckmann

Foto:Reprodução/Instagram

Marcela Ribeiro, no UOL, informa que aos 40 anos, Carolina Dieckmann é mãe de Davi, 19, fruto do seu relacionamento com Marcos Frota e José, 11, do seu atual casamento com Tiago Worcman, e considera um privilégio os filhos não terem comportamento machista.

“Costumo dizer que não sou feminista nem machista, sou ser humano, pra mim é isso. O exemplo que você dá, não ter esse comportamento em casa, já é uma maneira de seus filhos verem o mundo de uma forma diferente. Já existe uma evolução nas escolas, nas pessoas instruídas, o mundo está mudando há um tempo. Meu filho estudou numa escola menos machista que a minha”, contou, nos bastidores de gravação de “O Sétimo Guardião”, nos estúdios Globo, no Rio.

“Identifico nos meus filhos zero machismo, mas é um privilégio. Não é algo para se comemorar, ainda tem muita coisa para melhorar. Acho que amor, conversa, exemplo, diria que 70%, porque a gente reproduz coisas sem perceber “, completa.

Assim como o machista Nicolau (Marcelo Serrado), marido de sua personagem Afrodite, Carolina comenta que ainda existem aos montes homens como ele na sociedade. “Outro dia fui botar gasolina e o moço perguntou: ‘E aí? Você não vai dar esse filho pro Nicolau?’ Achei bonitinho porque aquele cara deve ser casado e se identificou”, conta.

A atriz acredita que as pessoas precisam julgar menos e compreender o motivo que fazem alguns homens se comportarem dessa forma.

“Sei que é polêmico esse assunto, mas tem muito a ver com educação. Não podemos cobrar que as pessoas tenham a mesma percepção que a gente, que estudou. Tantos homens viram a mãe apanhar a vida inteira e a violência que tantas famílias vivem, o que ela produz em cada um, é diferente”, diz. “Tanta gente não teve [educação e amor]. A gente tem que olhar pro outro com mais generosidade, com menos dedo na cara, com mais empatia.”

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!