Novela da Globo tem Ibope baixo, tensão e capítulos reescritos

Gabriel (Bruno Gagliasso) em cena da novela das nove da Globo; produção está com tudo atrasado. Foto: Reprodução/Globo

Márcia Pereira do site Notícias da TV informa que, com audiência média de 27,3 pontos na Grande São Paulo, pouca frente de gravações e desentendimentos nos bastidores, O Sétimo Guardião vai lutar para afastar a zica e reverter o jogo. Essa é a ordem dentro da Globo, e profissionais da produção estão sendo estimulados a partir para o “tudo ou nada”. Afinal, a novela tem quatro meses pela frente. O autor Aguinaldo Silva está reescrevendo capítulos.

O novelista trabalha sem parar para fazer o atual cenário mudar. A maior preocupação não é só a questão da audiência baixa, mas a falta de repercussão da novela juntamente ao público.

Fontes do Notícias da TV afirmam que fevereiro é apontado como decisivo para a trama “pegar”. Para o mês que vem ser forte, o caos se instalou nos bastidores desde a semana passada.

Além da discussão entre Marina Ruy Barbosa e Lilia Cabral, que rolou em uma gravação que teve horário reagendado em cima da hora, há atores insatisfeitos porque seus personagens não tiveram destaque ainda ou porque o papel não está seguindo o rumo que estava previsto na sinopse.

O grande problema agora é a falta de frente de capítulos gravados. O corre-corre é grande. As cenas são gravadas três ou quatro dias antes de irem ao ar. Até ontem (22), a produção ainda não havia recebido o que vai ao ar a partir do próximo dia 4. Está tudo atrasado.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!