O DCM vai revelar a verdadeira história da Lista de Furnas — e conta com você

furnas

 

O DCM orgulhosamente apresenta mais um projeto de crowdfunding: vamos investigar o escândalo da Lista de Furnas.

A história datada do início dos anos 2000 voltou à baila recentemente com o depoimento do doleiro Alberto Youssef na Lava Jato, reiterado na CPI da Petrobras.

Perguntado se o senador Aécio Neves recebeu dinheiro de corrupção envolvendo Furnas, ele declarou: “Eu confirmo por conta do que eu escutava do deputado José Janene (PP), que era meu compadre e eu era operador dele”.

A lista é um documento sobre um suposto esquema de caixa dois nas eleições de 2002. Candidatos do PSDB teriam ficado com mais de dois terços (68,3%) dos R$39,9 milhões distribuídos a 156 políticos por empresas fornecedoras da última grande estatal do setor elétrico.

O grosso teria ido para três nomes: José Serra, que pleiteava a presidência, Geraldo Alckmin, candidato a governador de São Paulo, e Aécio Neves, que concorreu ao governo de Minas.

Em 2006, a Polícia Federal confirmou a autenticidade da Lista de Furnas, segundo a Folha de S.Paulo.

O DCM está destacando o grande repórter Joaquim de Carvalho para apurar a matéria. Joaquim, que tem larga experiência em revistas e tevês, já trabalhou conosco no “Helicoca” e no caso da sonegação da Globo na compra de direitos da Copa do Mundo.

Ele vai a Minas Gerais, a Brasília e a Bauru, interior de São Paulo, cenários do caso.

Vamos explicar em detalhes o que ocorreu, o papel dos envolvidos e os desdobramentos. Como em nossas incursões anteriores, teremos uma série de reportagens e um documentário.

Contamos com você. O link para contribuir está aqui.

Grande abraço.

Kiko Nogueira

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!