O Dentista Mascarado nasceu sem graça

Adnet é um bom nome, mas num sistema que padroniza não funciona.

Parte do já famoso humor sem graça da Globo
Parte do já famoso humor sem graça da Globo

O artigo abaixo foi publicado, originalmente, no site Alvo na TV.

A nova série da TV Globo “O Dentista Mascarado” chamou  a atenção de todos, mas quem assistiu fez mau uso do tempo. O seriado não mostrou a que veio, apesar da boa performance do ator Marcelo Adnet -mas muito, muito  longe do seu potencial.  É uma piada pensar que esse produto é chamado de comédia policial.

É um afronta ao humor brasileiro. E não é preciso esperar o segundo e nem terceiro episódio da série para saber que ela é sem graça. É como ”Pé na Cova”, na qual esperamos  e não vimos seu humor mudar, só esquisitices de Miguel Falabella.

Pelo visto “O Dentista Mascarado” seguirá o mesmo caminho com  o dentista nada, nada engraçado.  A série tem de tudo para contribuir para o famoso humor sem graça que tomou conta da emissora.

O povo precisa sorrir, e a TV Globo precisa rapidamente reaprender a fazer humor. É inegável  que  a Globo fez uma boa contratação ao contratar o ator Marcelo Adnet, mas será dinheiro jogado fora caso a emissora queira fazer uma padronização no artista. Arte nunca será padronização e sim liberdade, espontaneidade e criatividade.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!