O favorito à sucessão do papa

O cardeal Peter Turkson, de Gana, seria uma escolha muito interessante.

Turkson
Turkson

Peter Turkson.

Este o nome do favorito das bolsas de apostas londrinas para a sucessão de Bento 16.

Turkson, 64 anos, africano de Gana, seria a melhor escolha, aparentemente.

Não por ser o primeiro papa negro, embora isso possa, é claro, ter valor simbólico. Mas pela causa que mais está associada a ele: a justiça social.

Turkson, responsável pelo departamento de Justiça e Paz do Vaticano, foi o cardeal por trás de um documento no qual a Igreja Católica criticou fortemente o modelo econômico e social que conduziu o mundo à iniquidade extrema que se verifica hoje.

No documento, de 2011, o Vaticano clama por ações concretas em busca de paz e segurança, desarmamento e controle de armas, promoção dos direitos humanos fundamentais e preservação do meio ambiente.

O documento sublinha também “uma distribuição justa da riqueza mundial”.

A agenda não poderia ser mais adequada, e mais difícil por mexer com tantos interesses poderosos.

Bento 16, que aprovou o documento, não teria evidentemente forças, aos 83 anos, para transformá-lo em ações concretas.

O cardeal Turkson parece ter o vigor de um atleta, e para os padrões papais é um jovem.

Tem, acima de tudo, a visão certa. Nada é mais importante no mundo moderno que desfazer a vergonhosa desigualdade que dividiu a humanidade entre o 1% e os 99%.

O Diário torce por ele.

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!