O inferno criado pelos bolsonaristas. Por Moisés Mendes

Publicado no Blog do Moisés Mendes

Manifestação bolsonarista em meio à pandemia do coronavírus

Essa é a nova realidade das UTIs. Os jovens estão ocupando o lugar que até agora era de gente com mais de 60 anos.

As UTIs estão cada vez mais lotadas porque os hospitais notam o aumento dos casos graves, geralmente de quem retarda a busca por tratamento.

A explicação é óbvia. Os jovens do vale tudo estão adoecendo mais. E os negacionistas, que recorrem ao kit da morte de Bolsonaro, são os que mais chegam atrasados em busca de socorro. Desistem da cura do kit da morte quando já estão morrendo.

São informações da médica intensivista Suzana Lobo, presidente da Amib (Associação de Medicina Intensiva Brasileira), na Folha.

O detalhe que agrava a situação: todos os infectados dessa segunda onda da pandemias ocupam os leitos de UTI por mais tempo, o que dificulta o rodízio de doentes.

Resumindo: os imbecis imortais das baladas e os bolsonaristas da cloroquina estão tirando muitas vagas que quem se cuida, mas precisa trabalhar e é infectado, e dos que ficam em casa, mas são contagiados por filhos, netos, sobrinhos que estão na gandaia.

O bolsonarismo amoral, sem regras e sem escrúpulos, provocou o colapso da estrutura de saúde. Todos os que não morrerem ficarão impunes, mas são criminosos.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!