O preconceito e a irresponsabilidade do vídeo que viralizou de um homem “roubando” um carro