O que foi detectado em Vênus é “sinal de vida”, não “vida”, explica astrônoma

Venus. Foto: Wikimedia Commons

Cientistas da Royal Astonomical Society divulgaram nesta segunda (14) que encontraram uma substância chamada fosfina na atmosfera de Vênus.

Isso pode indicar um sinal de vida no planeta. A fosfina, gás incolor e tóxico para humanos, é uma bioassinatura, algo que precisa de um agente biológico para existir na Terra. O gás só é produzido aqui de maneira industrial ou por micróbios que existem em locais sem oxigênio. Não há mais informações sobre uma possível origem do gás pois os dados sobre a presença da substância no planeta são escassos. Há apenas um estudo sobre o assunto, feito a partir de um experimento com a Vega 2, missão russa que foi à Vênus em 1985.

Para desfazer confusões sobre uma “possível existência de vida extraterrestre”,  a astrônoma Geisa Ponte, colaboradora da revista Galileu, fez um fio (thread) no Twitter explicando a diferença entre sinal de vida e da própria vida.

Confira.

Vida em Vênus? Sou membro da Sociedade Brasileira de Astrobiologia e venho nessa #AstroThreadBR falar um pouco sobre o que já temos de infos até agora. Saiba também a diferença entre VIDA e SINAL DE VIDA (são coisas bem diferentes). Fuja de notícias sensacionalistas, vem cá. 

A grande notícia é que cientistas detectaram uma substância presente na atmosfera de Vênus e que pode ser um sinal de vida. Veja bem: NÃO É DETECÇÃO DE VIDA. NÃO FOI ENCONTRADA VIDA EM VÊNUS. O que foi encontrada: uma substância que pode estar associada à presença de vida.

A tal substância é dita uma possível bioassinatura. O que é bioassinatura? São definidas como objetos, substâncias ou variações temporais que necessitam de um agente biológico. Ou seja, é alguma coisa acontecendo num lugar (ex. fora da Terra) que pode ser atribuído a vida.

Por ex, nós aqui na Terra emitimos bioassinaturas o tempo todo. Se tiver alguma comunidade científica alien olhando pra nós e vendo nosso presente, eles estão detectando várias bioassinaturas. As ondas de rádio e TV que saem do planeta. Iluminação noturna das cidades. Oxigênio.

A tal substância em Vênus é a fosfina, vista por muitos astrobiólogos como uma bioassinatura, ou seja, um indicador da possível presença de vida. Leia de novo comigo: POSSÍVEL PRESENÇA Possível é diferente de provável. Que ainda é diferente de EXISTIR VIDA.

A fosfina é um gás incolor altamente tóxico pra nós. Na Terra ele é produzido por microrganismos anaeróbicos (ou seja, sem oxigênio ali). Desde o ano passado a busca de fosfina em exoplanetas tem sido usada com o objetivo de possivelmente encontrar vida extraterrestre.

Mas calma lá! Detectar fosfina NÃO SIGNIFICA a descoberta de vida em Vênus. Até onde se sabe, a substância pode também surgir como resultado de processos naturais desconhecidos, apesar de não sabermos ainda exatamente como. A ciência não é linda? Esse processo de descoberta?

E vamos lembrar de mais uma coisa: Quando uma notícia dessa aparece na mídia, tenha em mente que os cientistas estão falando de MICRO-ORGANISMOS, possivelmente uma vida (hipotética) parecida com bactérias. Nada de vida complexa como animais. Menos ainda vida INTELIGENTE.

Veja que são muitos passos intermediários. VIDA >> VIDA COMPLEXA >> VIDA INTELIGENTE Nada de venusianos falando “uuuuuuu uuuuu” ainda. Quem lembra aí dos episódios de Chapolin Colorado?

E por que Vênus é tão interessante? Vênus, que tem o tamanho da Terra, mas uma atmosfera tão espessa que não conseguimos nem enxergar sua superfície no visível. Ele sofre de um severo efeito estufa: boa parte da luz do Sol que entra fica presa dentro da atmosfera do planeta.

A temperatura vai pra lá de 480º C. Dez sondas soviéticas pousaram em Vênus de 1975 a 1982 e enviaram fotos antes de derreterem, até chumbo derrete nessa temperatura. Se há ou já houve vida por lá, fico muito curiosa pra saber mais sobre quando e como ela apareceu e sobreviveu.

Beleza, Geisa, mas e daí, o que essa descoberta significa?” Se as medidas estiverem corretas e a fosfina está realmente lá, significa MUITA coisa. E seria difícil falar sobre tudo o que pode desenrolar dessa descoberta apenas numa thread. Pode ser vida? Pode sim. Mas calma aí.

Assim que surgirem mais informações concretas sobre a notícia da fosfina em Vênus e suas possíveis interpretações eu vou postando aqui. Segue meu perfil pra não perder as atualizações. Mais pessoas devem falar sobre o assunto também, então fica ligado no perfil @AstroThreadBR

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!