O que levou Karnal a postar a foto em que aparece ao lado de Moro num jantar? Por Paulo Nogueira

O sonho acabou
O sonho acabou

O que levou Karnal a postar a foto em que aparece ao lado de Moro num jantar?

É o que muitos órfãos espirituais de Karnal estão se perguntando, desolados, nas redes sociais.

A hipótese mais benigna, para ele, é que foi um gesto pela concórdia, num momento em que o país está mais dividido que nunca. “Amai-vos uns aos outros”, seria por assim dizer o sentido da foto.

Seria um movimento interessante, não fosse o caráter da divisão entre os brasileiros nestes tempos. Como notou um acadêmico, não se trata de um Fla-Flu, mas do embate entre democracia e golpe.

E poucas pessoas simbolizam tanto o golpe quanto Moro com sua Lava Jato. Já faz tempo que ficou claro que a Lava Jato jamais se destinou a combater a corrupção — e sim a minar o governo de Dilma, Lula e o PT.

Se o objetivo de Karnal foi estimular o congraçamento geral, a escolha de Moro como companheiro de jantar não poderia ser mais infeliz, por tudo que o mentor da Lava Jato representa.

A já célebre foto
A já célebre foto

Outra possibilidade é que Karnal tenha tido uma atitude simplesmente marqueteira, como Dória ao se fantasiar de gari. A foto fatalmente teria enorme repercussão. E teve. Nas redes sociais, o assunto dominante neste sábado é a foto.

Mais uma vez, se aquele foi o intento, não funcionou. Karnal teve muita publicidade — mas negativa. Para os progressistas que enxergaram nele um guru das boas causas, Karnal como que morreu. Jamais o ouvirão, verão ou lerão da mesma maneira que antes.

Uma terceira explicação para a foto seria simplesmente o deslumbramento. “Vejam como ando com gente importante”: seria mais ou menos essa a mensagem. Num momento de fraqueza, segundo esta hipótese, o guru teria cedido à vaidade.

Qualquer que tenha sido sua intenção, o fato é que Karnal não se deu bem.

Tenho para mim que, se ele pudesse voltar no tempo, não postaria aquela foto. Talvez sequer topasse jantar com Moro. De alguma forma, o sonhou acabou ali naquela imagem — para os que o admiravam e em consequência para ele próprio.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!