O vídeo do Estado Islâmico com o último apelo de Kenji Goto Jogo, o refém japonês ainda vivo

 

O texto diz o seguinte:

Eu sou Kenji Goto Jogo. Vocês já viram a foto do meu companheiro de cela Haruna abatido na terra do Califado Islâmico. Vocês foram avisados. Foi dado um prazo e por isso os meus captores cumpriram sua palavra.
[Primeiro-ministro Shinzo] Abe, você matou Haruna. Você não tomou as ameaças de meus captores a sério e você não agiu dentro das 72 horas. Rinko, minha amada esposa, eu te amo, e eu sinto falta das minhas duas filhas. Por favor, não deixe que Abe faça o mesmo no meu caso. Não desista. Você junto com nossa família, amigos e os meus colegas da imprensa independente devem continuar a pressionar o nosso governo. Sua demanda é mais fácil. Eles estão sendo justos. Eles não querem mais dinheiro. Assim você não precisa se preocupar com o financiamento de terroristas. Eles estão apenas exigindo a libertação de sua irmã presa Sajida al-Rishawi. É simples. Você lhes dá Sajida e eu serei libertado.
No momento, realmente parece possível para nosso governo. Como? Os nossos representantes do governo estão, ironicamente, na Jordânia, onde sua irmã Sajida é mantida prisioneira pelo regime jordaniano. Mais uma vez, gostaria de salientar o quão fácil é salvar a minha vida. Você lhes traz de volta sua irmã do regime jordaniano e eu serei libertado imediatamente. Eu por ela.
Rinko, estas podem ser minhas últimas horas neste mundo e eu posso ser um homem morto falando. Não deixe estas serem as últimas palavras que você ouvirá de mim.
Não deixe que Abe também me mate.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!