O voto medíocre, bizarro e fraquíssimo de Luiz Fux. Por Afrânio Silva Jardim

O ministro Luiz Fux durante votação da prisão em segunda instância. Reprodução: TV Justiça

PUBLICADO NO FACEBOOK DO AUTOR

POR AFRÂNIO SILVA JARDIM

UM VOTO MEDÍOCRE DE QUEM NÃO SE PREPAROU PARA PARTICIPAR DE UM JULGAMENTO TÃO RELEVANTE.

Já não preciso esperar o final do voto do ministro Luiz Fux. Ele já se mostrou absolutamente medíocre, bizarro e fraquíssimo.

O ministro chegou a dizer que ““uma Corte vive da confiança que o povo deposita” !!!

Tenho dito que o punitivismo cega as pessoas. Vou mais longe: o punitivismo tira das pessoas o senso de ridículo e as transforma, por vezes, em personagens patéticos !!!

Quem não é preparado deve ter o maior cuidado em se preparar. Que vergonha dar um voto deste nível perante milhares de juristas que estão assistindo ao julgamento pela televisão !!!

Será que o ministro pensa que engana todos nós???

Será que ele pensa que nós não estamos vendo o seu punitivismo e a sua frágil e inconsistente improvisação ???

Chega a ser falta de respeito para com o tribunal e a comunidade jurídica.

Em resumo: uma “cena” lamentável e mesmo deprimente !!!

Em tempo: continuando a ouvir o voto, cheguei à conclusão de que ha´uma certa ausência de boa-fé. Ele chegou a dizer que a mídia não forma a opinião pública, mas é a opinião pública que influencia a mídia. Depois, assevera que o juiz não pode “dar as costas” ao que deseja o povo !!! Em seguida, continuou a falar uma série de bobagens, tudo em total improviso. Triste.

O improvisado e desalinhavado voto já está publicado no Youtube.

Afranio Silva Jardim, mestre e livre-docente em Direito Processual Penal pela Uerj. Professor associado (aposentado) de Direito Proc.Penal da Uerj.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!