Obrigado, Merval! Por Fernando Brito

Merval, com os olhos arregalados, teve oportunidade de aprendeu um pouco sobre o serviço público

Publicado originalmente no Tijolaço:

Jair Bolsonaro suspendeu hoje a sua já tradicional “paradinha da asneira” à porta do Palácio do Alvorada, quando fornece a ração diária de sua estupidez à imprensa.

Descurando-se do seu próprio conselho, tem feito ali – dia sim, outro também – a excreção do que sua cabeça produz, num grau inacreditável de burrice e grosseria. Hoje, o dia prometia, ainda mais com as indignidades presidenciais ao debochar a mulher do presidente francês, Emmanuel Macron.

Só Deus – ou, mais provavelmente, o Diabo – é capaz de saber que tipo de comentário sairia dali.

Devemos a Merval Pereira o presidente ter se abstido de falar, em protesto contra o fato de que a imprensa não ter divulgado a informação – antiga e revelada pelo Intercept, o do Glenn Greenwald a quem ele tanto atacou e ofendeu – de que o “Lorde” da Globo tinha abocanhado uma belíssima grana ( perto de R$ 375 mil) por palestras (claro que recicladas) no Rio e no interior do Estado.

Ele e outros, alguns dos quais listou.

É irônico que Merval tenha sido dos que mais falou nos “blogs sujos”, por alguns deles receberem publicidade dos governos – e em valores incomparavelmente menores que publicações de direita e se veja pego nesta “marreta”.

Os valores pagos, sobretudo por se tratarem de originários de recursos públicos – o dinheiro do Sesc/RJ – são absurdos.

Mas, como diz aquela propaganda do cartão de crédito, ver Jair Bolsonaro e Merval Pereira se engalfinhando não tem preço.

Assista abaixo.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!