Olavo de Carvalho, guru dos Bolsonaros, divulga endereço com foto de jornalista “inimigo”

Olavo de Carvalho expõe endereço de desafeto no Facebook

Um homem pode ser medido por seus gurus.

O de Jair Bolsonaro, Olavo de Carvalho, achou por bem divulgar em seu Facebook o endereço completo, com foto, de um jornalista que reputa seu inimigo.

“Aquele menino analfabeto da É-Porca, o tal Denis Russo, que não leu nenhum dos meus livros e não conseguiu entender porra nenhuna das doze aulas a que assistiu como espião, diz que está escrevendo um livro a meu respeito, baseado em depoimentos de Heloisa, irmãos Velhacos e similares”, escreveu.

Heloisa é a filha que o desmascarou e os irmãos são Jorge e Carlos Velasco, que mantêm o blog Prometheo Liberto, ex-olavetes que expuseram os métodos de Olavo.

Segundo o autoproclamado filósofo, “o bosta do Denis Russo, metendo-se a intérpretete das minhas aulas, foi humilhado pelo Flavio Morgenstern na Jovem Pan, e agora quer se vingar escrevendo uma biografia minha”.

Postou, enfim, a foto de um sobrado com a legenda: “Alguém aí pode, por favor, averiguar se o difamador profissional Denis Russo Burgierman ainda mora neste endereço”.

Deu o nome de uma rua e o número em São Paulo.

E se um dos jihadistas de Olavo resolver fazer uma visita a Burgierman?

E se naquele local não morar Burgierman, mas outra família?

O direito à privacidade está assegurado na Constituição.

O Código Civil dispõe que a divulgação de informações sem autorização expressa do indivíduo e a violação ao direito de privacidade são passíveis de indenização por danos materiais ou morais, ensejando medida cautelar para impedir ou fazer cessar qualquer violação.

Qual o limite de Olavo de Carvalho?

Não há, evidentemente.

ATUALIZAÇÃO

O jornalista Denis Burgierman enviou email ao DCM esclarecendo que não está biografando Olavo.

Até troquei msgs com Carlos Velasco e Heloisa, porque eles entraram em contato depois que publiquei a reportagem da Época, mas não estou investigando a vida do nosso querido filósofo. Não tenho interesse em fofocas familiares. Devo sim publicar um livrinho pela editora N-1, mas é apenas uma extensão da capa da Época: um relato respeitoso do que aprendi nessa experiência de ser aluno dele. (Acabei de aprender mais um pouquinho, sobre intimidação e ameaça).

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!