Olavo plagia Banksy em livro e fundação do artista promete providências

O astrólogo e guru do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho, lançou mais uma obra destinada à extrema-direita no país, intitulada ‘O Imbecil Juvenil’.

‘Esta obra tem por objetivo documentar aquilo que não pode remediar: o discurso dominante do baixo ventre da intelectualidade brasileira acabou por colorir-se ainda mais, assumindo tons mais ferozes, dogmáticos e arrogantes, que assinalam um progresso substancial da inteligência pátria ladeira abaixo e prenunciam a breve conversão da estupidez verbal em vias de fato.’, diz parte sinopse do livro, digna de um carluxês.

Seria o baixo ventre da intelectualidade, o homem Olavo de Carvalho? Teria ele inaugurado este termo após lembrar que já disse que a Pepsi usava fetos abortados como adoçante?

De qualquer forma, o conteúdo escrito não é o único problema do livro. O fato é que há também uma questão legal? A escolha da imagem de capa é um plágio da uma obra do artista Bansky, um artista de rua, cuja identidade ainda é publicamente desconhecida, e no entanto segue como um dos anônimos mais famosos do mundo.

Suas obras são conhecidas pelas críticas ao capitalismo, à guerra, às fronteiras, ao conservadorismo… como o de Olavo.

A capa do Imbecil Juvenil

 

A obra de Banksy

Eis que uma internauta notou a cópia descarada e notificou a fundação do artista, que respondeu estar tomando providências contra a editora.

O mentecapto da Virgínia vai tomar mais um processo, pelo visto.

A resposta da fundação após a denúncia

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!