Olivier Anquier, o Bolsonaro da cozinha, diz que coronavírus é “paranoia” e se recusa a tomar medidas preventivas

Olivier

Olivier Anquier é padeiro, apresentador de TV e francês.

Olivier desabafou no Facebook e pariu um textão idiota e irresponsável sobre o coronavírus.

“Me recuso a ser mais um boi do rebanho”, diz ele, acusando uma certa “paranoia injetada à força”. 

Em resumo, não tomará nenhuma medida preventiva sobre a pandemia.

O Brasil tem mais 230 infectados, por enquanto. Há uma subnotificação evidente.

No resto do planeta, são 173 344 casos confirmados em 152 países e territórios.

Olivier sabe mais do que a Organização Mundial da Saúde. Sabe mais que Deus.

“Não embarco nessa e a notoriedade que a população me ofereceu não me obriga a mugir no meio do rebanho”, diz ele, mugindo.

Por trás disso, evidentemente, estão os negócios de Anquier. Não é diferente de Bolsonaro ou Edir Macedo.

É imperativo que os empregadores do chef de cozinha, SBT e GNT, da Globo, saibam com quem estão lidando, os riscos para seu público e tomem as devidas providências.

Eu me recuso!Eu me recuso a aceitar essa paranóia injetada a força .Eu me recuso a ser hipócrita. Eu me recuso a ser…

Posted by Olivier Anquier on Monday, March 16, 2020

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!