Omar Aziz diz que Bolsonaro queria que Wajngarten fosse preso pela CPI

 

Em entrevista ao Grupo Prerrogrativas neste sábado (22), o presidente da CPI da Covid senador Omar Aziz(PSD-AM), rebateu as declarações do presidente Jair Bolsonaro que citou em sua live da última quinta-feira(20) a Zona Franca de Manaus, o que foi visto como ameaça de retaliação devido à atuação de Omar e do também senador pelo Amazonas Eduardo Braga(MDB).

O senador afirmou que o motivo da raiva do presidente era a não determinação de prisão do ex-secretário de comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten durante o seu depoimento à comissão, o que geraria, segundo Aziz, pretexto para que os bolsonaristras dissessem que a comissão está “prendendo pessoas honestas”, e assim desmoralizar a CPI.

Parafraseando a declaração de Bolsonaro, que disse “imagina Manaus sem a Zona Franca” Aziz afirmou que não imagina Manaus sem a Zona Franca, mas sim um presidente que trabalhe para resolver a questão da pandemia, trazendo vacinas em vez de ficar “querendo ser médico e prescrever remédio”Ele também relembrou que a Zona Franca é constitucional, e já houve outras tentativas de desfazê-la no passado.