Onde está Deus na relação de Michelle Bolsonaro com a avó que mora numa favela? Por Kiko Nogueira

Aparecida, avó de Michelle Bolsonaro, na favela onde mora (FOTO: Cristiano Mariz/VEJA)

Michelle Bolsonaro, mulher de Jair, se orgulha de ser “temente a Deus”, uma dessas expressões vazias repetidas ininterruptamente por evangélicos.

Frequentadora de uma igreja da Barra, visitada por JB na campanha, ela fala obstinadamente do Senhor e de suas próprias virtudes cristãs.

Na famosa première do filme “Superação – O Milagre da Fé”, uma propaganda religiosa picareta, ela louvou o Todo Poderoso e os feitos milagrosos que levaram à eleição do marido.

No discurso de posse, agradeceu ao Criador por “essa grande oportunidade de poder ajudar as pessoas que mais precisam. Trabalho de ajuda ao próximo que sempre fez parte da minha vida e que a partir de agora, como primeira-dama, posso ampliar de maneira ainda mais significativa”.

Onde entram essa ajuda, a misericórdia, a caridade e outros atributos de uma fiel serva do Pai Eterno na relação de Michelle com sua avó?

Onde está Jesus Cristo?

Onde o amor ao próximo?

De acordo com a Veja, Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 79 anos, cardíaca, portadora de Mal de Parkinson, mora num casebre na parte mais miserável de Brasília, a favela Sol Nascente.

Maria Aparecida, revela a reportagem, locomove-se com dificuldade num lugar dominado pelo tráfico de drogas e “por facções que usam métodos similares aos das milícias cariocas”.

Reproduzo um trecho:

Aposentada, ela divide seu tempo entre cuidar de um filho deficiente auditivo, ir ao posto de saúde buscar remédios e bater papo com os vizinhos.

Na segunda-feira 8, chovia muito, mas ela manteve a rotina. Para se proteger, pôs um gorro na cabeça, vestiu dois casacos sobre uma blusa e uma saia sobre uma calça de moletom.

De muletas, driblando a lama e os buracos da rua e sem conseguir esconder a expressão de dor, caminhou mais ou menos 1 quilômetro até a casa de uma amiga.

Mais:

A avó não foi convidada para a posse, nem ela nem sua filha, mãe de Michelle, Maria das Graças. Passados três meses de governo, ela não recebeu convite para uma visita ao Palácio da Alvorada, a residência oficial, que fica a apenas 40 quilômetros da favela.

Por quê? Ela diz que não sabe responder.

Onde foi parar a Bíblia de Michelle?

Timóteo, jovem que acompanhou o apóstolo Paulo, era muito próximo da avó, Lóide, que lhe ensinou o Velho Testamento.

“Honra as viúvas verdadeiramente viúvas. Mas, se alguma viúva tem filhos ou netos, que estes aprendam primeiro a exercer piedade para com a própria casa e a recompensar a seus progenitores; pois isto é aceitável diante de Deus”, disse ele.

“Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente”.

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!