Os “comunistas espaciais” do general Mourão. Por Fernando Brito

General Mourão. Foto: Reprodução/Twitter

Originalmente publicado por TIJOLAÇO

Por Fernando Brito

Obrigado, General Mourão!

O senhor me faz voltar aos tempos da juventude, quando aponta que algum “infiltrado” é o responsável pelas mentiras – o que estamos assistindo na televisão são efeitos especiais, não é?- sobre desmatamento e focos de incêndio na Amazônia e no Pantanal.

Ele deve estar escondido lá no satélite, sabotando os dados que vêm pelo vácuo e construindo esta mentira comunista de que nosso país está em chamas. Porque, se não estivesse lá no espaço sideral, claro que o coronel-aviador da reserva Darcton Policarpo Damião, posto no ano passado para combater aquele sujeito que dizia que os dados eram verdadeiros já teria dado um jeito no elemento subversivo.

Se for o caso, general, fale com o Marcos Pontes, que já andou no espaço sideral (ou siderado?) e pode pegar uma nave e arrancar o comuna de lá.

E porque comunista?

Ora, chamas são vermelhas e como nossa bandeira jamais será vermelha, os campos, matas e os animais carbonizados estão ficando rubros como parte de uma evidente conspiração comunista para desestabilizar o governo Bolsonaro.

Aliás, deve ser uma trama internacional, porque as terras do Trump estão ardendo também.

Só posso achar que o vice-presidente, xerifão do meio-ambiente perante o mundo, teve alguma regressão, como a que eu tive com a sua declaração.

É bom mandar apurar quem é esse comunista espacial ou, com a notícia recente de que se descobriu sinais de vida em Vênus, quem sabe sejam o Incas Venusianos do National Kid, que deviam ser ecologistas, porque queriam acabar com as experiências nucleares que os ameaçavam.

Já que senhor gosta de “causar” visualmente, com aquela máscara do Flamengo, quem sabe o senhor na assume o papel de National Kid e sai voando e jogando água nos incêndios, já que aviões para isso o Brasil não tem.

Vai ser um sucesso nos foros internacionais em que o senhor nos representa, embora com o inconveniente de convencer que os olhinhos puxados são de japonês, não de chinês.

Awika, general.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!