Outdoors no Rio denunciam corrupção e sadismo de Bolsonaro

Outdoors no Rio denunciam corrupção e sadismo de Bolsonaro. Foto: Reprodução/CUT

O DCM recebeu a seguinte nota:

“Em outdoors espalhados em diversos pontos do estado do Rio de Janeiro, a CUT-Rio convoca todas e todos para gritar #ForaBolsonaro neste sábado, dia 24 de julho, no ato nacional unificado, organizado em conjunto com os movimentos sociais que compõem as frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo e os partidos de esquerda. No Rio de Janeiro, a concentração será às 10 horas, no Monumento Zumbi dos Palmares, no centro da cidade.

LEIA – CUT lança campanha para atrair jovens trabalhadores

Os outdoors exibem uma charge em que Bolsonaro está sentado sobre uma seringa, que representa a vacina contra o coronavírus, mas ao invés do antídoto para a doença, o que sai da seringa é uma chuva de dólares. Bolsonaro goza com a morte dos brasileiros. Investigado por corrupção, ele ri, debocha de pessoas com falta de ar e desvia dinheiro público que deveria ser usado para salvar vidas.

LEIA MAIS – Governo forma grupo para discutir ‘liberdade’ sindical e exclui trabalhadores. Por Vitor Nuzzi

A campanha também conta com vídeos em que artistas respondem à pergunta: por que Bolsonaro precisa deixar a presidência? Osmar Prado, Lucélia Santos, Cristina Pereira são alguns dos atores que participam da campanha.

‘Ocupar as ruas em meio à pandemia é um ato não só simbólico, mas urgente e necessário frente ao cenário do país. Essa tem sido a resposta do povo a tantos absurdos, à tanta dor que o governo atual tem provocado em cada um de nós. O Brasil não aguenta mais e nós, da CUT-Rio, nos colocamos ao lado de cada um e cada uma na luta para que esse pesadelo acabe’, enfatiza Sandro Cezar, presidente da CUT-Rio.

Para Sérgio Giannetto, diretor de Comunicação da CUT-Rio, a perversidade precisa ser denunciada em todos os espaços. ‘É inadmissível que este homem ainda esteja ocupando a presidência da República. Esse sadismo genocida precisa estar estampado em todos os cantos para que a população se lembre que ele é o principal responsável por tantas mortes e tantas perdas. Dia 24 vamos pedir seu impeachment em um ato ainda maior’, reforça.

A CUT-Rio se alia ao ato nacional e convoca todas e todos para realizar uma manifestação segura, seguindo todas as medidas sanitárias de prevenção: uso de máscaras, álcool 70º e mantendo o máximo distanciamento possível. É pela vida, por vacina, por democracia, pelo impeachment de Bolsonaro. O fascismo político que impera em nosso país precisa ter um fim”.

Outdoors no Rio denunciam corrupção e sadismo de Bolsonaro. Foto: Reprodução/CUT

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!