Pastor bolsonarista dissemina fake news sobre surra em sobrinho de Alexandre de Moraes e renúncia de ministro do STF

Alexandre de Moraes e o Pastor Sandro Rocha. Fotomontagem

O pastor Sandro Rocha, dono de um canal no YouTube com 110 mil inscritos, gravou um vídeo nessa segunda-feira (13) em seu canal no qual diz que um sobrinho do ministro do STF Alexandre de Moraes teria tomado “uma coça na rua” por ser seu parente e que tal fato o levaria a renunciar do cargo, em nome da segurança de sua família.

“Não é uma notícia. É uma fofoca”, alerta o religioso. “Estão dizendo que o sobrinho dele tomou uma coça na rua. Quando bateram disseram que era por causa do tio“, disse o Pastor, denunciando uma “perseguição intensa” à família de Moraes.

No vídeo, Rocha atribui a “informação” a uma página de direita, mas que a “agressão” ao parente teria assustado aos familiares de Moraes, que, pressionado, deixaria seu cargo em até 30 dias. Ainda de acordo com o o religioso, outros ministros da Corte teriam o mesmo caminho.

Postagens no Twitter que reproduziram a fake news. Veja o vídeo, a partir dos 7’48”:

A notícia falsa animou alguns bolsonaristas nas redes:

Mais Invencionices do Pastor

O pastor é dado a “profecias”. Em 2019 ele previu que Bolsonaro sofreria um atentado com um revólver de calibre 38 e que receberia 2 tiros. Nessa mesma “visão”, um general, um juiz e membros do legislativo articulavam o assassinato de Jair Bolsonaro, que seria morto por políticos da centro-direita:

Recentemente, em live com o hoje foragido Oswaldo Eustáquio, Sandro Rocha alega ter tido outra visão: a de soldados invadindo o Congresso Nacional em prol da democracia.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!