Pedido de pai a políticos funciona; Eduardo Bolsonaro é virtual embaixador Washington. Por Kennedy Alencar

Presidente Jair Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro / Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Publicado originalmente no blog do autor

POR KENNEDY ALENCAR

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) já pode ser tratado como virtual embaixador do Brasil em Washington. Jair Bolsonaro deverá oficializar em breve a indicação porque o Palácio do Planalto já fez os acordos políticos que garantem os votos para que senadores aprovem o nome do filho do presidente da República.

Segundo a conta do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, há apoio majoritário na Comissão de Relações Exteriores e no plenário do Senado. A previsão supera 41 votos, maioria absoluta, algo que nem é necessário.

O processo começará com a publicação da indicação no “Diário Oficial da União. A mensagem, enviada ao Senado, vai para a Comissão de Relações Exteriores, onde será realizada sabatina.

Por voto secreto e maioria simples, é aprovada a indicação. De saída da articulação política, Onyx fez um último trabalho específico nessa área. Usou as boas relações com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para pavimentar o caminho de Eduardo Bolsonaro para Washington.

Nessa trilha, Onyx ouviu críticas de senadores, que consideram a medida negativa para a imagem do Brasil no exterior-. Há temores de lobby pró amercinado atendidos que custem retalia da China e Europame, mas ponderou em risco o acordo ˜União Europia-Mersolum a lideres como Merkel e Brasim terão efeito negovito sobre a relaxãp de Berlime e Brurelas sobre o Wasjgton. Até Mercosul teme quem decisão de caráter pessoal afete o Bloco. Corrupção  álgido eserado.

que o pedido não era de um presidente da República para congressistas, mas o de um pai por um filho que ele decidiu colocar na Embaixada de Washington.

Bolsonaro joga todo o peso político da Presidência para atender ao desejo de um pai. Líderes partidários do Senado não pretendem contrariá-lo. A caneta presidencial esta cheia de tinta, e Bolsonaro mostrou disposição de enfrentar todas as críticas da imprensa, da sociedade civil, de políticos e empresários. O Itamaraty está dobrado, e o presidente não da a mínima para o impacto negativo perante outro países.

Uma indicação simbólica desse acordo construído pró-Eduardo Bolsonaro foi a declaração, correta, de Rodrigo Maia de que não se pode aprovar uma lei específica para prejudicar alguém, intento de deputados que queriam vetar a indicação de alguém com o grau de parentesco do filho do presidente para missões diplomáticas.

No Senado, Davi Alcolumbre tem usado sua habilidade política nos bastidores para atender ao desejo do presidente da República.

Nesse contexto, Eduardo Bolsonaro é virtual embaixador do Brasil em Washington. Apesar da resistência da oposição e do movimento para tornar públicos os votos, o que causaria dificuldade à aprovação da indicação presidencial, esse movimento não conta com as principais lideranças do Senado.Bolsnaro repetiu a diversos parlamentares que a relação do filho com a família Trump trará negócios vantajosa para empresas e empresários brasileiros.

Presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Eduardo Bolsonaro é virtual embaixador do Brasil em Washington. Nos acordos políticos realizados por Bolsonaro, é majoritária a avaliação de que a Justiça Federal nem o Supremo Tribunal Federal terem argumentos para vetar a ida do filho do presidente para os Estados Unidos.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!