Pedro Serrano: “Temos uma democracia de aparência, permeada por medidas fascistas”