Pewdiepie versus T-Series, a guerra definitiva no YouTube. Por Antônio Nogueira

Alguns dos criadores de canais do YouTube começaram sozinhos: eles e sua câmera. Isso faz com que você sinta que está junto deles enquanto fazem seus vlogs ou vídeos de gameplay (quando seus jogos estão por perto). Outros são empresas que colocam seus vídeos no YouTube para promover produtos e sua fama, ganhando vários inscritos em pouco tempo e ficando cada vez mais conhecidas.

Pewdeipie é o canal com mais inscritos do YouTube, somando com mais 83 milhões de inscritos. Porém, sua liderança está sendo ameaçada pelo canal de uma empresa multimilionária da Índia, que já esta com 82.9 milhões de inscritos.

Quando uma pessoa simples e carismática começa um canal postando as coisas que quer, é mais para agradar a audiência com as coisas que ele mesmo gosta de fazer. Pewdiepie, por exemplo, começou em 2010 assim: uma webcam, um PC e um jogo. Ele jogava jogos variados enquanto gravava suas reações na câmera. Quando você vê o cara numa situação perigosa no jogo, você fica com a mesma sensação de perigo, preocupado com se o sujeito vai conseguir cumprir o seu objetivo.

Pewdiepie criou um grupo para seus inscritos, denominado por ele de Bros, fazendo com que, quando você se inscrevesse no seu canal, você se sentisse parte do grupo, feliz por ter encontrado este espaço onde você não se sente excluído. Hoje em dia, faz vídeos novos todos os dias sobre memes, notícias que acontecem no YouTube e, às vezes, de jogos.

Já T-Series foi uma empresa criada em 1983, que criou seu canal em 2006 mas só começou a postar vídeos em 2010, quando já tinha vários funcionários, ao contrário de Pewdiepie, trabalhando para fazer músicas para a Bollywood (a Hollywood da Índia). Tem o conteúdo concentrado somente em vídeoclipes e trailers de filmes.

Conseguiu tantos inscritos tão rápido principalmente por causa da grande população da Índia, que, claro, entende as letras das músicas, por isso que você provavelmente nunca ouviu falar deste canal.

O surgimento da JIO, uma empresa de telecomunicações que fornece internet 4G ilimitada grátis, deu uma alavancada nas inscrições, e já que grande parte da população da Índia começou a usar os serviços fornecidos por ela, foram usando o YouTube, vendo o canal T-Series, gostando, se inscrevendo e compartilhando nas redes sociais.

A equipe do YouTube, mostrando que reparam seus usuários e a evolução deles na plataforma, mandam uma placa de um certo material valioso. Primeiro com 100 mil inscritos (prata), depois com 1 milhão (ouro), 10 milhões (diamante), 50 milhões (rubi) e, supostamente por último, de 100 milhões (???).

Pewdiepie, quando atingiu 50 milhões de inscritos antes de qualquer outro canal do YouTube, fez um vídeo de somente ele, a câmera e a caixa onde dentro está o prêmio de rubi, com a forma do seu símbolo, o Brofist. O posicionamento da câmera e o que aparece nela faz com que pareça que nós, os visualizadores, nos sintamos ao lado dele experienciando o momento epecial que foi abrir esta caixa e ser reconhecido pelo YouTube por ser um criador que começou sozinho e sem nada e realmente lutou e se esforçou para chegar a este ponto.

T-Series, pelo outro lado, quando atingiu os 50 milhões, gravou em um camarote de um teatro, junto à plateia, onde várias pessoas observavam o momento em que a equipe do canal recebeu o prêmio, já aberto, em suas mãos. Este vídeo não dá a mesma sensação de presença no momento, é mais como um vídeo qualquer que você vê na página dos recomendados do YouTube, simplesmente não tem tanto impacto quanto o momento em que Pewdiepie abre a caixa e vê o conteúdo junto com você.

Hoje em dia, a disputa pelo canal com mais inscritos do YouTube está muito acirrada, já que recentemente o ritmo de inscrições de Pewdiepie baixou muito e deu uma brecha para T-Series chegar perto e ultrapassá-lo. Neste momento, Pewdiepie está com 82.7 milhões de inscritos e T-Series com 82.4 milhões.

O YouTube recentemente vem mostrando que não aprecia tanto os criadores que fazem tudo sozinhos. Essa ideia foi muito reforçada no YouTube Rewind (onde o YouTube junta vários criadores que estouraram no ano em um só vídeo) do ano passado, onde, em vez de convidar vários usuários da sua plataforma que começaram sua carreira nela, foram convidados muito menos do que nos anos passados, então, para preencher o vazio, convidaram celebridades famosas que só tem contas no YouTube para autopromoção.

Por isso precisamos que Pewdiepie consiga 100 milhões antes de T-Series, para provar, para o YouTube e para todos, que não é só por que T-Series é uma empresa multimilionária que ela pode ser melhor que um criador que começou sozinho criando vídeos numa plataforma que se apresenta como uma incentivadora de criatividade, e que deve, portanto, valorizar Pewdiepie como realmente merece.

E você, meu caro leitor, acha que uma empresa multimilionária com um canal no YouTube merece ganhar de um cara que começou sem nada e ganhou vários inscritos com seu caráter carismático e relacionável? Se não achar isso, por favor ajude nesta luta para provar que canais como esse possam ser melhores que uma empresa qualquer e se inscreva no canal do Pewdiepie: https://www.youtube.com/user/PewDiePie

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!