Pizzaria de Mossoró (RN) que disse que fecharia por causa do lockdown era fachada para tráfico internacional de drogas

Operação Mamma Mia. Divulgação Polícia Federal

Na última quinta feira foi deflagrada pela Polícia Federal a Operação Mamma Mia, que visava desmontar uma quadrilha dedicada a evasão de divisas, lavagem de dinheiro e tráfico internacional de de drogas.

Foram cumpridos 74 mandados judiciais nos estados do Amazonas, Minas Gerais, Paraíba, Acre, Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Norte. Entre eles, 10 determinavam prisões preventivas e outros 42, buscas e apreensões. Mais de 170 policiais federais estiveram envolvidos na operação, que contou com o apoio da Receita Federal.

De acordo com a determinação da Justiça Federal, cerca de  R$ 192 milhões foi angariado pelo grupo criminoso: em razão disso, houve a determinação do sequestro de bens de 57 pessoas físicas ou jurídicas que estão sendo investigadas.

O início das investigações ocorreu em julho de 2020, a partir da informação de que uma pizzaria na cidade de Mossoró fez movimentações financeiras suspeitas com diversas empresas em vários estados diferentes.

O nome do estaebelecimento, segundo o Diário Político, é Pizza Nota 10.

O modus operandi dos criminosos utilizava-se de empresas que comportavam-se de duas formas: as  finais, aquelas  que concentravam a maioria da movimentação financeira e sacavam a maior parte dos valores e as de passagem, que operavam com valores menores e que serviam de intermediárias para que os recursos chegassem às finais.

A utilidade dessas últimas era a de dificultar o rastreamento da origem do dinheiro ilegal.

Um traficante radicado na Bolívia é o principal suspeito de ser o responsável pelas empresas ditas finais. A Adidância da Polícia Federal em La Paz e o Oficialato de Ligação em Santa Cruz de La Sierra estão trabalhando em conjunto em sua captura.

De acordo com uma moradora da cidade, a pizzaria postou um “texto lindo” alegando que fecharia por causa das medidas restritivas decretadas pela governadora Fátima Bezerra (PT-RN) no combate à covid-19.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!