Por que Glauber Braga errou ao votar contra a cassação de Flordelis

glauber-braga
Glauber Braga. Foto: Reprodução

Por 437 votos a 7, a cassação do mandato de Flordelis (PSD-RJ) foi aprovada no Plenário da Câmara dos Deputados.

Essa cassação exigia no mínimo 257 votos a favor – maioria absoluta dos deputados. Glauber Braga, deputado do PSOL, votou contra. A decisão já vale a partir de hoje.

A parlamentar Flordelis é ré na 3ª Vara Criminal de Niterói desde agosto de 2020. Ela foi denunciada por ser mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, crime ocorrido há mais de dois anos, em junho de 2019.

LEIA MAIS:

1 – PSOL pede que STF obrigue Lira a analisar impeachment de Bolsonaro 

2 – PSOL denuncia à PF ameaças bolsonaristas a deputados por voto impresso 

Por que Glauber votou contra?

Glauber Braga votou contra a cassação de Flordelis porque defendia uma suspensão do mandato da parlamentar até a decisão do júri popular.

Ele falou sobre isso no Plenário.

Ela foi cassada com 437 votos favoráveis, 7 contra e 12 abstenções.

O problema é que Flordelis não foi cassada por matar o marido, assunto do júri popular, e sim por usar o mandato para obstruir as investigações e por mentir ao Conselho de Ética.

O DCM entrou em contato com Glauber, que não respondeu até o momento.