Povo infantilizado e governos toscos podem encerrar um ciclo civilizatório. Por Afrânio Silva Jardim

Publicado no Facebook de Afrânio Silva Jardim, professor de Direito da UERJ

Mais uma vez, peço desculpas aos nossos leitores para dispensar os tradicionais, automáticos, formais e, por vezes, hipócritas cumprimentos de natal e de fim do ano.

O que desejamos, não precisa, necessariamente, ser verbalizado. Que tal um verdadeiro e duradouro abraço nas pessoas de que você gosta??? (quanto mais silencioso, melhor).

Por outro lado, estas recentes eleições presidenciais revelaram o quanto este nosso povo está equivocado, o quanto o fanatismo religioso, a ignorância e o conservadorismo nos colocou à “beira de um verdadeiro precipício”.

Na verdade, com estes governos (incluo o do meu Estado), fica muito difícil pensar em um novo ano que seja ao menos razoável.

Estes governos representam tudo contra o que sempre lutei. A posse destas pessoas autoritárias, inconsequentes, toscas e truculentas significa a derrocada das utópicas lutas de minha geração. Nada a comemorar.

Sinceramente, jamais pensei que isto poderia ocorrer, Jamais pensei que passaria por este desgosto na minha velhice.

Perdemos, mas não estamos derrotados. A derrota só se consuma quando desistimos da luta. Sem grandes esperanças, continuaremos lutando por uma sociedade menos ruim, onde predominem pessoas menos ruins, onde prevaleçam valores menos ruins.

Acho esta luta muito difícil e não tenho esperanças de vê-la minimamente vitoriosa, até mesmo pela minha idade já avançada. Acho que o mal uso da tecnologia modificou tudo…

Acho que o ser humano está se embrutecendo, as pessoas estão ficando infantilizadas e o estudo, a cultura, a sabedoria e a “camaradagem” estão se tornando coisas do passado, como tantas outras que o capitalismo extingue.

Hoje, ficou muito fácil enganar e manipular a população, que, em breve, terá idiotas em sua maioria. Povo idiota elege governantes idiotas. Governantes e povo idiotas sepultam qualquer esperança de salvar a nossa civilização.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!