Presidente do Chile diz que “não compartilha” das opiniões de Bolsonaro sobre Bachelet “num assunto tão doloroso”

Pressionado, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, se manifestou sobre as atrocidades ditas por Bolsonaro a respeito de Michelle Bachelet e seu pai, Alberto, assassinado na ditadura de Pinochet.

Segundo Bolsonaro, Bachelet “se esquece que seu país só não é uma Cuba graças aos que tiveram a coragem de dar um basta à esquerda em 1973, entre esses comunistas o seu pai, brigadeiro à época”.

Alberto Bachelet morreu sob tortura de ex-colegas de farda em 1974, aos 51 anos.

“Não compartilho da alusão feita pelo presidente Bolsonaro com respeito a uma ex-presidente do Chile (Bachelet) e, principalmente, a um assunto tão doloroso quanto a morte de seu pai”, falou Piñera num pronunciamento.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!