Primeiro negócio acertado pela diplomacia bolsonariana poderá ser a exportação dos filhos. Por Moisés Mendes

Presidente eleito Jair Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro / Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Publicado originalmente no blog do autor

POR MOISÉS MENDES

Uma explicação para a tentativa de Bolsonaro de mandar o filho para os Estados Unidos. Ficando aqui, em pouco tempo o garoto será desmascarado como caçador de bandidos.

O filho é o rolando-lero dos Bolsonaros. Não tem atividade parlamentar e não caça nem ratão do banhado.

E no PSL, segundo Monica Bergamo, a colunista social preferida do Sergio Moro, muita gente não quer saber do sujeito que só cria conflitos.

Que vá fritar hambúrguer em Washington. E leve o Carluxo como adido cultural.

O primeiro negócio acertado pela diplomacia bolsonariana poderá ser a exportação dos próprios filhos do Bolsonaro.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!