Prisão do assassino da modelo em MG não encerra o caso: Quem são os mandantes? Por Dino Miraglia

Dino Miraglia e a modelo Cristiana, “mula” do PSDB que foi assassinada

“Um dia, quando eu olhar para trás, vou ter orgulho de ter deixado escrito uma história de lutas, e não uma folha corrida criminal!”

Quando assumi a assistência do MP no processo que apurava a morte da modelo Cristiana Aparecida Ferreira, encontrada morta no San Francisco Flat, não sabia que estava também assumindo a luta contra a podridão do crime organizado que comanda o país, os estados, municípios, times de futebol, compra de respiradores, etc etc etc…

Corrupção no Brasil é atemporal, apartidária, ambidestra centralizada, aberta a todos os sexos, cores, raças, mortadelas, coxinhas, empadinhas e paçocas, desde que sejam RICOS, BANDIDOS E CONECTADOS A UM DOS 3 PODERES DO MAL!

O Brasil é como um grande prédio!

Cada um rouba em um andar, da garagem à cobertura!

SÃO TODOS INTEGRANTES DE UMA ÚNICA FACÇÃO POLITICA ACOBERTADA PELA ORGANIZAÇÃO JURÍDICA!

VOLTANDO AO CASO CONCRETO, A ATUAÇÃO DA MAIOR QUADRILHA DO MUNDO É NOTADA NAS MAIS DIVERSAS FASES DO PROCESSO!

Para começar as dúvidas, a morte da modelo tinha vários laudos, perícias e conclusões, TODOS CONFLITANTES!

O promotor do II Tribunal, Dr. Francisco Santiago, foi especialmente nomeado para atuar nesse processo, perante o I Tribunal!

Ele iniciou o processo acusando todo mundo e dando entrevistas, e terminou tentando de todas as formas, evitar que o júri se realizasse e posteriormente, que Walfrido viesse a ser denunciado, após a condenação de Reinaldo Pacífico!

Walfrido foi intimado como testemunha para o júri e fugiu para os Estados Unidos.

Minha casa foi invadida uma semana depois que eu o encontrei no salão do Minas tênis Clube, em uma festa, e disse que iria levá-lo ao banco dos réus.

A Lista do Marcos Valério citava a filha de meus clientes, GAROTA DE PROGRAMAS COM POLÍTICOS FAMOSOS, como recebedora de R$1.825.000,00 (um milhão, oitocentos e vinte e cinco mil reais) em 1998, tendo como fontes pagadoras WALFRIDO MARES GUIA E CARLOS ELÓI.

Marcos Valério confirmou a autenticidade da Lista!

Ela tinha crachá da Presidência da CEMIG!

Carlos Elói era o presidente da concessionária.

Carlos Elói, Walfrido, Dimas Fabiano e Aécio comandavam o sistema de corrupção nacional, financiado pelo setor elétrico em Minas Gerais, nos termos da Lista de Furnas!

Ela frequentou o palanque da Inconfidência, em Ouro Preto, na condição de acompanhante do então Governador Itamar Franco!

Walfrido respondia ao processo do Mensalão, no STF!

A lista era do Mensalão!

Na condição de Assistente de Acusação, protocolizei no STF o original da lista, requerendo perícia!

ESSE FOI MEU CRIME!

TENTAR LEVAR WALFRIDO A JURI COMO MANDANTE!

Ela havia desaparecido com uma mala repleta de dinheiro, malas que ela transportava de cima para baixo, e estava ameaçando contar tudo que havia visto e vivido, se não ficasse com essa mala para ela.

Quando foi aberto o prazo para se arrolar as testemunhas para o Júri, o Ministério Publico se antecipou e arrolou os familiares da vítima, somente para evitar que o julgamento ocorresse.

Eu indignado com a atuação do promotor, juntei atestados médicos que impossibilitavam que os pais dela fossem ouvidos em plenário e arrolei Nilton Cardoso e Walfrido como testemunhas imprescindíveis, em substituição aos parentes, o que foi deferido pelo juízo.

As ameaças de suspensão e adiamento do Júri se mostravam incansáveis!

Superada todas as batalhas, no dia da sessão de julgamento, eu chegando ao Fórum, sou alertado por um jornalista que o Walfrido havia fugido, e que não teria o Júri.

Chegando à sala do Juiz, encontro o Promotor esticado em um sofá, e sorrindo ele me diz:

“Não vai ter seu Júri!

Sua testemunha fugiu!”

Eu olhei para ele, e como já havia sido avisado dessa possibilidade, estava preparado para a resposta:

“Vai sim!

Estou dispensando a testemunha!

Ele vai ver o que vou falar dele no Júri!”

Portanto, saber que Reinaldo Pacífico foi preso, depois de ser derrotado em todos os recursos perante a Justiça, e ser encontrado 8 (oito) anos depois, do lado de minha casa, pela Policia Federal, me faz pensar que a luta foi digna, e a justiça foi feita!

Se ele não quiser pagar sozinho, está na HORA DE DELATAR!

COM A CONSCIÊNCIA TRANQUILA E O DEVER CUMPRIDO, QUERIA MUITO PODER ACREDITAR NESSE PAÍS!

.x.x.x.

Dino Miraglia foi entrevistado pelo DCM e falou sobre o esquema de poder em Minas Gerais que envolveu Aécio Neves. Veja:

.x.x.x

PS: Reinaldo Pacífico foi preso pela Polícia Federal, depois de permanecer oito anos foragido. Na entrevista a Joaquim de Carvalho, em setembro de 2019, Dino Miraglia disse que sabia que o assassino morava perto de Belo Horizonte, mas que a Polícia Civil do Estado não tinha interesse de prendê-lo. Quase um ano depois, ele foi preso na cidade indicada por Dino Miraglia. “Foi preciso que a PF realizasse a prisão. Aqui estava tudo blindado. O Reinaldo Pacífico tem muito o que falar”, disse Dino, nesta manhã.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!