Procurador macrista tenta calar um dos maiores cineastas argentinos. Por Moisés Mendes

Atualizado em 14 de janeiro de 2024 às 0:05
Cineasta Adolfo Aristarain. Foto: Reprodução

Publicado originalmente no “Blog do Moisés Mendes”

O premiado cineasta Adolfo Aristarain, um dos mais respeitados nomes da cultura argentina, escreveu dia 11 no jornal Página 12, referindo-se a Javier Milei:

“Não vamos dar tempo a eles. É preciso ocupar as ruas. A greve da CGT tem que ser por tempo indeterminado: até que caia o governo”.

A CGT, a maior central argentina, marcou uma paralisação de um dia, para o dia 24 em todo o país.

O cineasta deseja que a parada seja transformada em greve. O artigo completo está em texto publicado nessa semana neste blog.

Pois aconteceu o que muitos previam: um procurador federal denunciou Aristarain, diretor de “um lugar no mundo” e “Martín Hache”.

Não é um procurador qualquer, é Carlos Stornelli, que já foi ligado ao peronismo e depois se bandeou para o macrismo. Uma figura controversa, já denunciada até por extorsão.

Stornelli denunciou o cineasta por incitar a violência coletiva contra as autoridades e as instituições”. O denunciado mantém o que escreveu. “Este é um governo golpista”, disse em entrevista ao mesmo Página 12.

Aristarain é a primeira celebridade argentina a defender publicamente que as ruas derrubem o fascista amigo de Bolsonaro, como fizeram em 2021, quando o povo provocou a renúncia de Fernando de la Rúa.

SANTAS

Gleisi Hoffman diz que Michelle se faz de santa para atacar mulheres de esquerda e fazer média com o machismo.

É uma definição antiga. Todos conhecemos gente que se faz de santa. Mas poucos e poucas ganham dinheiro com isso.

TARTARUGA

Na entrevista a um podcast do jornal O Diário, de Mogi das Cruzes, Valdemar Costa Neto disse que “Lula tem muito prestígio, ele não tem o carisma que o Bolsonaro tem”.

Mas antes havia dito que Lula é “um camarada do povo” e que “Bolsonaro não é uma pessoa igual a nós”.

Esse Valdemar Costa Neto é a mais impressionante tartaruga trepada no poste da política brasileira em todos os tempos.

Participe de nosso canal no WhatsApp, clique neste link
Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link