Professor bolsonarista que participou de ato contra isolamento morre de covid-19

Angelo Antônio Cavalcante Martins

O professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (Feac) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Angelo Antônio Cavalcante Martins, morreu de covid-19.

Ele havia participado de uma manifestação pró-Bolsonaro no dia 19 de abril, Dia do Exército.

A manifestação que ocorreu em frente ao quartel no bairro do Farol, em Maceió.

Martins e seus pares reivindicaram o fim do isolamento social, o fechamento do Supremo Tribunal Federal e do Congresso Nacional, além de pedir intervenção militar e um “AI-5”.

Ele era bacharel em Administração, pós-graduado em Ciência do Turismo na Inglaterra (1996-1998) pelas University of Birmingham e Sheffield Hallam University, mestre em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (1988) e Doutor em Administração pela FEA-USP (2006).

Angelo Antônio contribuiu com a montagem do curso de turismo da Ufal e, mais recentemente, foi coordenador do curso de especialização de gestão pública municipal, na modalidade EaD (Educação a Distância).

Passa de 4 mil o número de casos confirmados de coronavírus em Alagoas e as mortes chegam a 221.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!