Professora recebe segunda denúncia por citar Paulo Freire

Rosana Pinheiro-Machado. Foto: Twitter/Divulgação

Publicado no Sul21

Do Brasil247

A professora da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Rosana Pinheiro-Machado, usou sua conta no Twitter para denunciar perseguição dentro de sala de aula. É a segunda denúncia de alunos pelo fato de Machado citar o educador e patrono da educação brasileira Paulo Freire em seus textos.

“Recebi hoje uma denúncia da ouvidoria da UFSM de uma pessoa que dizia que era um absurdo ter uma professora que escrevia sobre Paulo Freire num jornal. Um e-mail completamente louco e sem sentido. É a segunda denuncia que respondo em seis meses. Está insuportável para mim”, escreveu.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!