Propaganda e demagogia acéfala: a cobertura da Globo do ‘novo corte de cabelo de Bolsonaro’. Por Kiko Nogueira

Bolsonaro cabelo globo
No Globo há dois dias

Há dois dias a matéria mais idiota de 2018 sobre Jair Bolsonaro não sai da home do Globo.

Trata do tapa no telhado do sujeito. Foi destaque em todo os veículos do grupo.

Bolsonaro, somos informados pelo repórter Bruno Abbud, “aproveitou a manhã deste sábado para cortar pela segunda vez em dois dias os cabelos em um salão localizado em Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio”.

“O salão HJM Cabeleireiros, que Bolsonaro frequenta há mais de 20 anos, fica perto da Rua Divisória, onde funciona um comitê de campanha do futuro presidente desde a época em que era vereador do Rio”.

Bolsonaro, importante saber, pagou o preço de tabela: 28 reais. Ufa!

Este será o tom da cobertura de Bolsonaro na empresa dos irmãos Marinho: a trivialização e a sabujice.

Bolsonaro, na verdade, deu um show de exibicionismo. Estava cercado de policiais e soldados do Exército. Ruas foram interditadas.

Fez questão de ser filmado jogando na Mega-Sena enquanto cuidavam de suas madeixas.

É demagogia primária. Há vários vídeos dele no YouTube dando declarações no barbeiro. Truque sujo e barato.

A Globo vai brindar seu público com as aventuras de Jair, homem do povo.

Colunistas como Merval Pereira e Gerson Camarotti passarão pano e Miriam Leitão entrará na cota dos críticos.

Ao longo de mais de 20 anos, o SBT exibiu um programa chamado “Semana do Presidente”.

Foi criado na ditadura para agradar João Baptista Figueiredo, que deu a Silvio Santos a concessão de TV, e ficou no ar até o mandato de Fernando Henrique Cardoso.

O boletim era custeado pelo governo federal. Passava aos domingos, com narração do inesquecível Lombardi.

Em poucos minutos, lambia os bagos do mandatário com a missão de inflar sua popularidade.

A vinheta trazia a bandeira brasileira tremulando e, ao fundo, o Palácio do Planalto.

Num episódio clássico, Collor é cumprimentando pelo aniversário.

“Desejamos ao nosso presidente muitas felicidades e que Deus continue dando-lhe sensibilidade e sabedoria para continuar governando o nosso país”, reza o Lombardi na conclusão.

Este é um país que vai pra frente.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!