PSDB pode falsificar ata para justificar expulsão de líder da corrente ‘Esquerda Pra Valer’, dizem militantes

Fernando Guimarães, coordenador do grupo Esquerda pra Valer, do PSDB, não recebeu nenhum comunicado sobre sua expulsão

O diretório estadual do PSDB-SP se reúne nesta segunda para deliberar sobre a expulsão definitiva do militante Fernando Guimarães, coordenador da corrente Esquerda Pra Valer. Neste fim de semana, Guimarães manifestou-se contrário à filiação do deputado Alexandre Frota no partido.

Internamente, o PSDB está dizendo que o militante está expulso pelo diretório municipal, o que leva alguns a acreditarem que a sigla pode “forjar” uma ata com data retroativa para justificar a medida.

Guimarães esteve em Brasília em maio, na Convenção Nacional, e discursou. De lá para cá, alega que não recebeu qualquer comunicado sobre sua expulsão. Se ela acontecer de fato, ele pretende recorrer ao diretório nacional alegando direito de defesa.

O clima no partido é péssimo. A militância foi desmobilizada e as decisões são tomadas pelo governador João Doria e comunicadas a Fernando Alfredo, presidente do municipal, e Marco Vinholi, presidente da seção estadual da sigla.

Acabou o que os militantes chamam de “fechamento de questão”, ou o compartilhamento de decisões com filiados.

Para piorar, quem poderia interferir optou por jogar a toalha: são os casos de lideranças da velha-guarda como Serra, FHC, Geraldo Alckmin e José Anibal. O único que ainda mantém uma postura crítica é o ex-governador Alberto Goldman.

Enquanto ainda não está oficialmente expulso, Fernando Guimarães aproveita para planejar, em 2 de setembro, no teatro Tuca, sede da PUC-SP, a versão ampliada do “Fórum pela Democracia Direitos Já”, com lideranças de dez partidos, entre eles PSDB, PDT, PT e Cidadania, com objetivo declarado de formatar um grupo suprapartidário de oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

O movimento tem a simpatia de dezenas de filiados tucanos, mas não é reconhecido pelas instâncias internas do partido.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!