“Qualquer coisa é melhor que um fascista no comando do país”, diz delegada de polícia sobre Bolsonaro

Delegada de Polícia Civil Walquiria Meder. Foto: Arquivo Pessoal/Facebook

Publicado originalmente no perfil de Facebook da autora

POR WALQUIRIA MEDER, delegada de polícia

Eu estava decidida a anular meu voto, pois acho que o PT não deveria voltar ao poder, e deveria ter uma resposta contundente das urnas sobre tudo que ocorreu. Mas o estrago que a simples probabilidade da vitória de Bolsonaro tem causado me fez mudar de ideia.

Sim, qualquer coisa é melhor que um fascista no comando do país….um homem que defende a ditadura, o autoritarismo, o assassinato, que elogia torturadores e parabeniza grupos de extermínio.

Que em 30 anos de vida pública nunca fez nada em favor de ninguém, que não fosse ele próprio. Que despreza as pessoas (no sentido mais amplo da palavra) pelo seu sexo, por sua orientação sexual, por sua religião ou por sua origem.

Ele é uma ameaça à democracia, à liberdade, à dignidade de milhões de pessoas e a direitos conquistados depois de décadas de luta!

Conclamo meus amigos que como eu não se sentem confortáveis com nenhuma das opções para o próximo dia de votação, a repensar também…precisamos unir forças para sustentar a possibilidade “menos pior”, ainda que não seja a ideal. 

#Haddadsim

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!