Queda de Teich reforça imagem de pandemia fora de controle no Brasil. Por Kennedy Alencar

Nelson Teich. Foto: Wikimedia Commons

Publicado originalmente no Blog do autor:

Por Kennedy Alencar

Com a queda de dois ministros da Saúde em menos de um mês, o governo Bolsonaro reforça a imagem internacional de que a pandemia está fora controle no país. O presidente Jair Bolsonaro dá mais uma prova de que não existe estratégia nacional de combate ao coronavírus. A saída de Nelson Teich ontem só escancara isso.

A permanência de Bolsonaro no poder impede a organização de uma resposta efetiva à covid-19, resultando em mais mortes e mais casos do que haveria se o presidente da República não fosse o maior obstáculo à saúde pública no Brasil.

Na prática, o país está sem Ministério da Saúde. É como ir a uma guerra sem generais. O Exército fica desorganizado, sem coordenação para enfrentar batalhas.

O Brasil está perdendo a guerra do coronavírus por causa do presidente Jair Bolsonaro. Ele é o principal responsável pelo agravamento da pandemia no Brasil, jogando o país no buraco.

Todos os dias, Bolsonaro dinamita os esforços dos brasileiros, das empresas, dos governadores e dos prefeitos para enfrentar o coronavírus. É péssima a imagem do país no exterior, o que pode resultar em desconfiança em relação a brasileiros que viajam.

Mas o pior é ver o crescimento cotidiano da tragédia devido a um presidente que contraria a ciência e o bom senso por despreparo e autoritarismo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!