Quem é Ysani Kalapalo, indígena “influenciadora digital” que Bolsonaro levou à ONU como mascote. Por Kiko Nogueira

Bolsonaro resolveu levar um álibi para a Assembleia Geral da ONU na semana que vem, onde fatalmente será alvo de protestos.

Sai de cena o deputado Hélio Negão, papagaio de pirata que serve para aplacar acusações de racismo, e entra Ysani Kalapalo, moradora do Xingu.

Ele decidiu integrá-la à comitiva após um vídeo em que Ysani afirma que as queimadas na Amazônia são fake news.

Segundo Lauro Jardim no Globo, Ysani “terá lugar de destaque no momento mais importante da viagem: vai ocupar uma das cadeiras da bancada do Brasil no momento em que Bolsonaro for discursar”.

Ao lado dela estarão Michelle Bolsonaro, Ricardo Salles e Ernesto Araújo, o presidentes das Comissões de Relações Exteriores de Senado e Câmara, Nelson Trad, e Eduardo Bolsonaro, provável futuro embaixador nos EUA.

Ysani ficou famosa em outubro do ano passado quando declarou apoio a Bolsonaro e foi identificada pela máquina de propagada bolsonarista como “da tribo do Xingu”.

A Associação Terra Indígena Xingu (ATIX) emitiu nota pública afirmando que Ysani não a representava e chamando o então candidato de “anti-humano”.

Ysani não perde uma chance de aparecer. É “influenciadora digital”. Abre seu vídeos com o bordão “olá, tribo!”.

Brigou com Anitta, atacou Manuela D’Ávila, Dilma e os “comunistas”.

Emula Danilo Gentili em sua estupidez “politicamente incorreta”. “Usar fantasia de índio no Carnaval não tem nada de mais”, falou.

Quando a revista Época publicou a matéria sobre a filha que Damares “adotou”, acusou os jornalistas de entrarem na reserva “sem autorização da Funai”.

Bolsonaro exibirá na ONU um chaveirinho, um mascote, um troféu para exibir para seus detratores.

É o sujeito que já fez o seguinte lamento: “Pena que a cavalaria brasileira não tenha sido tão eficiente quanto a americana, que exterminou os índios”.

“Índio não fala nossa língua, não tem dinheiro, é um pobre coitado, tem que ser integrado à sociedade, não criado em zoológicos milionários.”

Etc.

Ysani estará lá, avalizando um homem que despreza sua gente, preenchendo a cota de otários e escravos voluntários de um projeto fascista.

– Ysani Kalapalo não se curva aos interesses internacionais sobre a Amazônia.- Peço compartilhar.

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Wednesday, September 18, 2019

Índios brasileiros foram levados à Europa para ser exibidos

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!