Quem será o “peixe” do capitão truculento? Por Afrânio Silva Jardim

Jair Bolsonaro (AFP)

Publicado originalmente no Facebook do autor

POR AFRÂNIO SILVA JARDIM

Em setembro próximo, além da descoberta de novos “laranjais”, vamos ter seleta “peixaria”.
Em setembro, está combinado: vamos assistir a uma relevante “pescaria”..

O capitão disse que vai escolher, para a PGR, alguém que seja “um peixe seu”. Vejam: “Outra expressão que o presidente tem usado para definir o sucessor de Raquel de sua preferência é: ‘tem que ser meu peixe”.

Eu avisei: o Ministério Público Federal, com seu punitivismo, estrelismo e com o seu “processo penal do espetáculo” iria prejudicar esta importante instituição.

Na verdade, com a ideia de que os fins justificam os meios, estes inexperientes Procuradores criaram as condições objetivas para que um grupo próximo do fascismo chegasse ao poder no Brasil. Danos que demorarão várias gerações para serem reparados.

Certamente, o Ministério Público vai perder, no plano normativo, algumas de suas relevantes atribuições e será amesquinhado e aparelhado por este governo obscurantista e de extrema direita.

Impressionante como alguns jovens e deslumbrados membros do Ministério Público, combinados com a grande mídia empresarial, criaram tantos danos ao nosso país, em todos os aspectos.

Lógico que só produziram estes efeitos maléficos porque tiveram apoio irrestrito de parte do Poder Judiciário, corporativo e ideologicamente conservador.

Espero que a “comunidade jurídica”, que se encontra “entorpecida”, acorde e lute pela restauração dos nossos valores democráticos e pelo implemento de um verdadeiro Estado de Direito.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!